No dia 5/12 às 9h, foi realizada no complexo do Lavapés, em Mogi Mirim, a caminhada pelo fim da violência contra mulheres e meninas, que teve sua organização realizada pelo Grupo Mulheres do Brasil, que em Mogi Mirim tem como Presidente a Sra. Rose Alcântara. O Movimento, em prol do fim da violência contra as mulheres de todo o Brasil, foi fortemente apoiado pelos vereadores da Câmara de Mogi Mirim, da qual a Presidente Vereadora Sônia Regina Rodrigues – Sônia Modena – fez parte da comissão organizadora do evento em nossa cidade.

A caminhada foi prestigiada pela Presidente Sônia Modena e os Vereadores Dr. Tiago Costa, Sra. Mara Choquetta, Dra. Lúcia Tenório, Sra. Luzia Cristina e o Prof. Marcos Paulo Cegatti. Todos que participaram da caminhada se vestiram de laranja, que é a cor que representa este movimento. A iniciativa do Grupo Mulheres do Brasil, juntamente com o Comitê de Combate à Violência contra a Mulher, tem parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo a ONU, 70% das mulheres sofrem algum tipo de violência ao longo de sua vida, apenas por causa de seu gênero. Com o início da pandemia do Covid–19 em 2020, muitas mulheres acabaram ficando confinadas em suas casas junto com seus agressores. Com isso o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, constatou que no ano de 2020 ocorreram cerca de 1350 feminicídios no Brasil, sendo mais preciso, uma mulher morre a cada seis horas e meia no nosso país.

O Grupo realiza eventos em todo o país e conta com o apoio de várias cidades. O grupo teve início em 2013 através da união de 40 mulheres que tinham uma iniciativa de mudar as condições das mulheres Brasileiras. Atualmente, o grupo é presidido pela empresária Luiza Helena Trajano e tem mais de 100 mil participantes no Brasil e no exterior.

Em sua última convenção, o Grupo de Mulheres do Brasil, destacou que Mogi Mirim foi a única cidade do país, na qual todas as Vereadoras (Sonia Modena, Dra. Lucia Tenório, Luzia Cristina, Mara Choquetta e Dra. Joelma) assinaram uma carta de compromisso com o Mulheres do Brasil. “Aqui somos todas mulheres do Brasil, a violência não tem partido e nem classe social”, declarou a Presidente Sonia Modena.

 

Redação: Manuel Nardi



Mais Notícias

Projeto de Lei sobre Serviço de Inspeção Municipal Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal é aprovado

Ler a notícia

Orçamento de 2023 será votado, em segundo turno, na sessão ordinária desta segunda (28)

Ler a notícia