Nessa segunda-feira (03), na 22ª Sessão Ordinária, os vereadores aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei nº 44, de 2023, de autoria do Prefeito, Paulo de Oliveira e Silva (PDT). O projeto dispõe sobre abertura de crédito adicional especial suplementar, por remanejamento de dotações orçamentárias, no valor de R$ 180 mil.

De acordo com documentos anexados ao PL, os recursos financeiros serão destinados à Secretaria Municipal do Meio Ambiente, para a contratação de serviço para gestão digital da arborização urbana, por meio de software.

Durante a discussão do projeto, a Vereadora Luzia Cristina Cortes Nogueira (PDT) disse que esse recurso financeiro será utilizado para reestruturar o horto. Hoje quem for no horto encontrará uma equipe especializada e envolvida com um trabalho de mudas. Esse recurso é específico para essa área”, explicou Luzia Cristina.

O Vereador Orivaldo Aparecido Magalhães (PSDB), por sua vez, defendeu a ampliação de leis municipais para proteção do meio ambiente. Magalhães também ressaltou o seguinte ponto dessa gestão digital: a utilização de equipamento de raio-x, para verificar o cerne das árvores, possibilitando o monitoramento de árvores mais antigas e a prevenção de acidentes relacionados a tais árvores.



Mais Notícias

17ª Sessão Ordinária: veja o que consta na "Ordem do dia" da sessão

Ler a notícia

16ª Sessão Ordinária: veja projeto de lei aprovado em segundo turno

Ler a notícia