Iniciativa partiu do Vereador Gebê

 

Um Projeto de Lei do Vereador Geraldo Vicente Bertanha, o Gebê (União Brasil), dá o nome de GCM Nelson de Jesus Correa, o Nelsão Cicatriz, ao Estande Virtual de Tiro instalado na sede da Secretaria Municipal de Segurança.

Aprovado pela Câmara, a Prefeitura poderá agora afixar uma placa com o nome do servidor público municipal no estande. “Foi um grande profissional e prestou importantes serviços à população mogimiriana”, afirmou Gebê.

 

O homenageado

Nelsão Cicatriz atuou por 42 anos na Guarda Civil Municipal (GCM) e na Polícia Civil de Mogi Mirim. Ele faleceu aos 68 anos, em fevereiro de 2022, em virtude de complicações causadas pela Covid-19. Nelson era um dos GCMs mais antigos de Mogi Mirim, ainda em atividade.

Segundo reportagem do Portal da Cidade de Mogi Mirim, Nelsão Cicatriz foi o “fiel escudeiro” de vários delegados, como Alcides Carmona, Renato Studart Lopes, Benedito Santana Franco Ortiz, dentre outros.

O apelido Cicatriz é por causa de um ferimento que deixou marcas em seu rosto e na cabeça, causado por um acidente ainda na infância na cidade mineira, quando foi atropelado por um trem. Nelsão casou-se com Egídia Correa, falecida em 2020. Ele deixou 7 filhos, 15 netos e cinco bisnetos.

 

 Foto: Tom Oliveira



Mais Notícias

NOTA DE PESAR: Câmara Municipal lamenta o falecimento do Dr. Raji Rezek Ajub, Presidente do Hospital 22 de Outubro

Ler a notícia

Veja as proposituras aprovadas e as propostas rejeitadas na 15ª Sessão Ordinária

Ler a notícia