Na segunda-feira, dia 29 de maio, uma homenagem a Welton Santos Sobrinho Silva reuniu familiares, colegas da Polícia Militar Rodoviária, integrantes do grupo de desbravadores da Igreja Adventista, o Presidente da Câmara, vereadores, entre outras pessoas, no plenário da Câmara.

Welton Santos foi vítima de latrocínio, no dia 21 de abril, quando estava a caminho do trabalho. O Cabo PM Welton Santos trabalhava na unidade da PMR de Mogi Mirim há 13 anos e deixa a esposa Vanessa Cristina da Silva Santos e dois filhos.

"Sua carreira profissional ficou marcada por muito esforço e dedicação. (...) [Welton] frequentava a Igreja Adventista, onde fazia parte de grupos sociais em prol da população mogimiriana. Era membro da Motociclistas Adventistas do Brasil e apoiava o grupo desbravadores, da igreja. Muito participativo, também praticava aulas de violão da Banda Lyra Mojimiriana. Era um pai muito presente e um homem extremamente prestativo", disse a Vereadora Sônia Módena, responsável pela iniciativa da homenagem.

"O Welton foi uma pessoa maravilhosa. Um profissional exemplar e excelente, e um companheiro de serviço sem igual. Tenho certeza que ele estará sempre em nossos corações, em nossas mentes. Ele era uma pessoa muito extrovertida, sempre brincando com todos, e fazendo seu serviço da melhor maneira possível", afirmou o Tenente Barone.  

 



Mais Notícias

16ª Sessão Ordinária: veja projeto de lei aprovado em segundo turno

Ler a notícia

Toneladas de doações, arrecadadas na Câmara, são enviadas para o Rio Grande do Sul

Ler a notícia