- Nós vamos discutir uma pauta, um projeto de lei!

- Nossa!, exclamou um dos alunos da Sapequinha e CEI diante da proposta da Vereadora Joelma Franco da Cunha (PTB).

Na manhã de sexta-feira (23), alunas e alunos da escola visitaram a Câmara Municipal, para conhecer um pouco sobre a Casa de Leis e o trabalho dos vereadores. Os estudantes, junto com as professoras Angela e Marcela, e a Coordenadora Vivian foram recebidos e acompanhados pela Vereadora Joelma e seu assessor parlamentar Guilherme Souza.

A visita incluiu a realização de uma "sessão extraordinária", na qual as crianças puderam vivenciar discussões e decisões parlamentares, além de aprender a ouvir e respeitar as opiniões e argumentos de cada um. 

Visita escola Sapequinha e CEI

Inicialmente, as crianças conheceram as dependências da Casa de Leis, as salas dos servidores da administração, a galeria histórica – com fotografias antigas da cidade –, e até a sala da Presidência, chegando a encontrar o Presidente, Vereador Dirceu da Silva Paulino (Solidariedade).

Em seguida, no segundo andar do prédio, a Vereadora Joelma explicou a elas a galeria de ex-presidentes e chamou a atenção para a quantidade de retratos masculinos na parede, mas enfatizou que a história está mudando com a presença cada vez maior das mulheres e negros na política.

Depois, os estudantes foram convidados a compor o plenário. A Vereadora e seu assessor, então, organizaram uma sessão com os alunos, explicando como funciona o trabalho dos vereadores, como eles discutem as inúmeras demandas do Município e fiscalizam a administração da cidade pela Prefeitura. 

Uma das pautas da ordem do dia dessa sessão foi um projeto de lei sobre a utilização de animais em carroças na cidade. Com supervisão da vereadora, sua assessoria, e das professoras, cada criança formulou seu posicionamento, ponderando entre a proteção aos direitos dos animais e ao fato de famílias utilizarem esse veículo como "ganha-pão". 

Algumas crianças defenderam a proibição das carroças, desde que pontos de ônibus fossem colocados na área rural. Outras votaram pela permissão, desde que houvesse uma fiscalização para preservar o bem-estar animal. Na sessão, as crianças utilizaram expressões do tipo: "eu concordo com o que ela disse e queria acrescentar"; ou "eu discordo, por isso"; ou ainda "eu concordo em partes".

Diante disso, a Vereadora Joelma frisou que além de aprender sobre o trabalho legislativo e cidadania, todos ali estavam apredendo também sobre responsabilidade e respeito uns com os outros.     

 

 

 

  



Mais Notícias

16ª Sessão Ordinária: veja projeto de lei aprovado em segundo turno

Ler a notícia

Toneladas de doações, arrecadadas na Câmara, são enviadas para o Rio Grande do Sul

Ler a notícia