O presidente da Câmara, Manoel Eduardo Pereira da Cruz Palomino e a vereadora Sônia Regina Rodrigues foram os representantes da Câmara de Mogi Mirim no lançamento do projeto: “Mãos Empenhadas Contra a Violência Doméstica e Familiar à Mulher”. O evento acontece na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Mogi Guaçu na manhã de sexta-feira (5).

Na ocasião foi confirmada a realização do 1º Seminário da Baixa Mogiana “Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher”, para o próximo dia 29, das 13 horas às 17 horas, no Centro Cultural de Mogi Guaçu.

O seminário surgiu há cerca de um mês por iniciativa da delegada aposentada e atualmente secretária de Segurança de Mogi Guaçu, Judite de Oliveira.  O objetivo é debater o assunto para o desenvolvimento de ações permanentes no combate à violência em conjunto com as cidades da Região Baixa Mogiana e das cidades do Circuito das Águas Paulista.

O projeto deverá contar com apoio do diretor-presidente regional do Sindicato Nacional da Beleza Pró-Beleza e diretor-presidente do Sindicato Sindibeleza de Mogi Guaçu e Região, Olivano Pereira da Silva. “Pretendemos sair dali (do seminário do próximo dia 29) com um documento abordando sugestões no combate a este tipo de violência e o mesmo será direcionado para autoridades da área de segurança dos municípios participantes, do governo estadual e do governo federal".

A ex-delegada Judite de Oliveira, que está implantando em Mogi Guaçu a Patrulha Maria da Penha, justamente com o intuito de dar uma atenção maior aos casos de violência contra a mulher, adianta estar muito satisfeita com a repercussão e com o crescimento das ações tomadas a partir de sua inciativa.

No encontro na sede da OAB estiveram presentes: o presidente da entidade, o advogado Antonio Mello Martini; a presidente da Comissão da Mulher da OAB, a advogada Fabiana Gomes Ferminiano; o presidente da Câmara de Mogi Mirim, Manoel Palomino; a vereadora mogimiriana, Sônia Modena; o vereador de Mogi Guaçu, Luciano Firmino Vieira; e o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Mogi Guaçu, Marçal Georges Damião.

Fabiana abordou a importância de todos se envolverem numa causa tão nobre quanto a defesa da integridade física e moral da mulher. Olivano adiantou que a proposta da implantação do projeto está tendo boa acolhida e contou um caso que lhe foi relatado recentemente, apontando a importância do envolvimento dos profissionais da beleza no combate dos abusos e agressões. Marçal se prontificou a distribuir informações que serão abordadas no evento em órgãos internos de comunicação de seu sindicato, os quais alcançam mais de oito mil trabalhadores da categoria, sendo a maioria absoluta composta por homens. Luciano Vieira se colocou à disposição do projeto, juntamente com seus demais colegas da Câmara de Mogi Guaçu. 

O costumeiro engajamento da OAB no combate da violência contra a mulher foi destacado por Antonio Mello Martini, que ressaltou o trabalho de Fabiana junto à Comissão da Mulher da entidade que ele preside. A vereadora Sônia também realçou a importância da iniciativa e principalmente a sua abrangência regional. O presidente da Câmara mogimiriana, Manoel Palomino, seguiu a mesma linha e adiantou que já conseguiu uma viatura para atuar especificamente na Patrulha Maria da Penha em sua cidade e sugeriu que as ações em defesa da mulher sejam padronizadas em todos os município da Baixa Mogiana, como por exemplo a escolha dos adesivos das viaturas que atuarão especificamente nos crimes contra a mulher.



Mais Notícias

Utilidade pública - Outubro Rosa: mês de prevenção ao câncer de mama; dia 26 tem dia D

Ler a notícia

Biometria: Justiça eleitoral alerta sobre prazo final para cadastramento e risco do cancelamento do título

Ler a notícia