Orçamento impositivo das Vereadoras Lúcia Ferreira Tenório e Joelma Franco da Cunha será fundamental para compra das próteses

Cumprindo com seu papel legislativo, a Câmara Municipal de Mogi Mirim aprovou na noite de segunda-feira (27/06), durante sessão ordinária, o Projeto de Lei que autoriza a Prefeitura a firmar convênio com a Santa Casa de Misericórdia de Mogi Guaçu. Este convênio tem como objetivo a aquisição de próteses ortopédicas para pacientes que aguardam por cirurgias de Ortopedia de Alta Complexidade pelo SUS (Sistema Único de Saúde), reduzindo a fila de espera por essas intervenções cirúrgicas que podem reduzir o sofrimento e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Emendas impositivas

O valor pactuado no convênio é de R$ 367.671,00, sendo que parte considerável desse custo, R$ 141.537,09, serão utilizados mediante Orçamento Impositivo das Vereadoras Lúcia Ferreira Tenório (Cidadania) e Joelma Franco da Cunha (PTB).

"Hoje temos uma fila gigantesca de pacientes ortopédicos que precisam dessa cirurgia. São mais de 200 atualmente. Eu espero poder ver essas cirurgias realizadas em breve", comentou Lúcia Tenório.

A Vereadora Joelma Franco completou que o fato de o convênio ser realizado na Santa Casa de Mogi Guaçu - referência nas cirurgias ortopédicas - não impede a fiscalização dos recursos. "Sabemos da importância dessas cirurgias para as pessoas da nossa cidade e vamos acompanhar", pontuou.

Redação e Fotos: Tom Oliveira

 

 



Mais Notícias

Alunos do CEBE visitam Câmara e conhecem trabalho dos vereadores

Ler a notícia

Frente Parlamentar da Agricultura e Agronegócio é criada pela Câmara de Mogi Mirim

Ler a notícia