A Câmara aprovou por unanimidade, na Sessão Ordinária dessa segunda-feira (06/12), o Projeto de Lei nº 175, de 2022, de autoria do Vereador Marcos Antonio Franco (PSDB), "dando denominação oficial ao Bombeiro Civil Municipal de Mogi Mirim de 'Comandante Henoch Emygdio Pereira'".

Os Bombeiros Jaime André M. Gadagnoto e Marcos Donizete Lucas da Silva represantaram a corporação na sessão. 

 

Henoch Emygdio Pereira 

De acordo com o projeto, Henoch Emygdio Pereira foi um jornalista e bombeiro que viveu em São Paulo e Mogi Mirim. Em São Paulo, segundo o texto, Pereira era jornalista credenciado nos gabinetes de comando do Comandante Geral da Polícia Militar, Polícia Rodoviária, Juizado de Menores e Corpo de Bombeiros. Uma das corporações que Henoch Emygdio Pereira mais se dedicou foi a dos Bombeiros, trabalhando como jornalista na cobertura das ocorrências e como bombeiro auxiliar. Uma dessas ocorrências foi o trágico incêndio no Edíficio Joelma, em 1974. Em Mogi Mirim, Henoch Emygdio criou e assumiu o Comando da Brigada Municipal de Incêndio, em 1981, e  trabalhou por 23 anos no jornal A Comarca.     



Mais Notícias

16ª Sessão Ordinária: veja projeto de lei aprovado em segundo turno

Ler a notícia

Toneladas de doações, arrecadadas na Câmara, são enviadas para o Rio Grande do Sul

Ler a notícia