A equipe do cartório eleitoral de Mogi Mirim amplia a divulgação da obrigatoriedade do cadastramento biométrico e alerta as pessoas acerca do prazo final para a realização do procedimento, ou seja, até 19 de dezembro deste ano.

Segundo a chefe do cartório, Rogéria Beatriz Loura ainda faltam cerca de 40% dos eleitores mogimirianos atenderem à convocação.


O cadastramento biométrico é obrigatório.

Trata-se de um trabalho de modernização no processo identificação dos eleitores. Isso quer dizer que o atual método de comprovação de identidade por assinatura dará lugar ao sistema biométrico, ou seja, reconhecimento pelas digitais do cidadão.

 

Quem não fizer o recadastramento biométrico até o prazo definido pelo município de residência, terá o Título de Eleitor cancelado e ficará impedido de votar. Além disso, a pessoa tem restrições como: impossibilidade de tirar passaporte, de obter empréstimos em bancos públicos, de renovar matrícula em estabelecimento de ensino do governo e de inscrever-se em concurso público.

 

O agendamento é feito pela internet antes, através do site www.tre-sp.jus.br.

O cartório eleitoral fica à rua 13 de Maio, nº 447, no centro e atende o público de segunda a sexta, das 8h00 às 17h40.

 

Recentemente, foi montado um posto de atendimento no Buriti Shopping, em Mogi Guaçu, de segunda a sexta, das 11h00 às 20h00.

Nos próximos dias, será montado um posto de atendimento no Distrito de Martim Francisco.

 

Para cadastrar a biometria é preciso levar o RG, o CPF, comprovante de endereço e o título de eleitor (se tiver).

Mais informações pelos telefones 3862-0193 e o 3862-7073.

 

 



Mais Notícias

Utilidade pública - Outubro Rosa: mês de prevenção ao câncer de mama; dia 26 tem dia D

Ler a notícia

Zoológico terá comemoração especial no Dia das Crianças

Ler a notícia